Doctor Who | A origem do mal


Promo da segunda temporada da série inglesa da BBC Doctor Who
David Tennant é considerado por muitos o melhor intérprete do protagonista da nova geração da série inglesa DOCTOR WHO. Em sua personificação, o Doutor tem sotaque escocês, estouros de felicidade e uma coleção de bordões que vão de ‘brilliant’ (brilhante, em inglês) a ‘allons-y’ (vamos lá, em francês); É moderno (usa terno azul ou marrom com tênis tipo All Star), muda constantemente o penteado (adora um topete) e nunca (nunca mesmo) para de falar; O ator esteve por cinco anos a frente do personagem e viveu inúmeras aventuras a bordo da Tardis junto com algumas companhias, dentre as quais se destaca Rose, sua favorita.

A presente Observação tratará de uma dessas aventuras com ela, um episódio duplo chamado O PLANETA IMPOSSÍVEL / O POÇO DO DIABO (The impossible planet / The Satan pit, no original), cujo vilão foi considerado por Tennant um dos mais terríveis da sua passagem pela série.

Obs.: não conhece a série? Confira este guia da história que fizemos!

A PRISÃO PERFEITA PARA UM DEMÔNIO

Cena de Rose e Doutor em Doctor Who, episódio O planeta impossívelEm uma de suas viagens, Doutor e Rose acabam indo para o futuro e caem em uma base espacial onde um grupo de astronautas/cientistas da Terra investigam as impossibilidades ali presentes. Afinal, como pode um único planeta, onde não há ar, apenas o vácuo, sobreviver na órbita de um buraco negro? Eis uma questão estranha até para um nobre Lorde do Tempo. Para ajudar, um abalo no solo destrói o departamento onde a Tardis foi ‘estacionada’.

O inquieto Doutor parte para decifrar a origem daquele local. A descoberta é também o motivo daquele grupo de pessoas estar lá, uma “fonte de energia está a dez milhas abaixo, através de rocha sólida”. E eles a estão perfurando para saber o que é.

O demônio encarnado em Toby Zed no episódio The satan pit de Doctor WhoParalelo a isso, Toby Zed, arqueólogo do grupo, começa a ouvir vozes e, de repente, vê seu corpo coberto de escritas rúnicas, as mesmas que identificou no solo do planeta, e seus olhos ficam vermelhos. Os locais começam em seguida a morrer de formas misteriosas.

Ood, personagens fictícios de Doctor WhoHá também os Ood, seres de outro planeta, nascidos para trabalhar nas minas, fazem  perfuração, supervisão e manutenção. Uma raça basicamente escrava, mas que o faz de ‘boa vontade’ por não ter outro motivo para viver. A partir do momento em que o demônio entra no corpo de Toby, também passa a controlá-los e a fazê-los atacar os humanos.

Doutor e Ida Scott, Oficial de Ciências, decidem descer ao local que marca a origem da fonte de energia. Lá encontram um lugar muito belo e um fosso aparentemente sem fundo. O elevador que os levou é quebrado, a comunicação com os demais é cortada e o viajante do tempo e espaço decide descer para descobrir que o que há lá.

O planeta começa a ruir, sem conseguir resgatar os dois e com os Ood descontrolados, o capitão da equipe dá ordem para abandonarem o local, fugindo em sua nave pelo campo de gravidade gerado pelo planeta, que segue como um funil para os confins do universo, local por onde os astronautas/cientistas chegaram.

Cena do episódio The Satan Pit, de Doctor WhoNo fundo do fosso, sozinho, o Doutor encontra o motivo da fonte de energia: uma prisão construída antes do universo atual existir, onde possivelmente os deuses da época trancafiaram a força maligna mais poderosa de sua época, o próprio Demônio.

O final é sensacional. Doutor deduz que aquele é só o corpo daquele ser, a mente estava lá fora em algum membro da equipe, e tem apenas uma chance de salvar o universo, quebrar a prisão e permitir-se ser sugado pelo buraco negro junto à Besta. Entretanto, desta maneira a nave teria o mesmo destino, e Rose também. O monólogo do protagonista merece ser copiado abaixo:

“Então esta é a armadilha. Ou o teste, ou o julgamento final. Não sei. Mas se eu matar você, matarei a ela – o Demônio ri, mas ele prossegue com seu conhecido sarcasmo – Com exceção dessa dedução, nesse grande, enorme esquema  de deuses, de demônios, ela é apenas uma vítima. Mas eu já vi muita coisa no universo. Eu vi deuses falsos e deuses maus. Vi semideuses e futuros deuses, e de tudo isso, e todo esse panteão, se eu acredito em alguma coisa, só uma coisa... eu acredito nela. Esta é sua liberdade. Liberdade para morrer! Estão indo para o buraco negro, e eu estou indo junto!”.

DE VOLTA DO INFERNO!

O planeta impossível e O poço do diabo dão uma abertura interessante para interpretações sobre o mal enfrentado pelo Doutor. Vamos a algumas:

- Não há uma explicação sobre quem é o demônio. Segundo o protagonista, “existem registros da besta chifruda em todo o universo, nos mitos e lendas de um milhão de mundos”, mas ele mesmo deixa claro que não sabe muito sobre aquele ser, justamente por ser mais antigo que o universo atual.

Cena do episódio The Satan Pit, de Doctor Who- Não é possível supor também que seu fim ao término do segundo episódio será o fim do mal e do medo que ele transmite às pessoas. “O demônio é uma ideia, em todas as civilizações, só uma ideia. Mas uma ideia difícil de matar”, diz o Doutor.
Logo, podemos deduzir que a ‘ideia’ já esteja tão sacramentada em todos os seres da galáxia que seja impossível de matar. O próprio chega a dizer algo semelhante quando está prestes a ser sugado pelo buraco negro:
“Nunca morrerei! O pensamento em mim é eterno! Nos corações que sangram, na vaidade, na obsessão e na luxúria dos homens! Nada pode me destruir! Nada!”
Além disso, não sabemos se aquele era o único demônio que existiu.

- Por fim, dada a própria informação que recebemos, de que até mesmo o Doutor desconhece a origem daquele ser, não estaremos errados em imaginar que nada do que ele falou seja verdade. Afinal, ele seguiu uma linha de pensamento, mas não sabe a verdadeira história.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

David Tennant, o Doutor em Doctor WhoAo se propor usar a figura do demônio, os produtores de Doctor Who talvez tenham chegado muito mais próximo do tema ‘religião’ do que já estiveram. Ainda que não seja de uso exclusivo, o personagem é mencionado por diversas religiões e crenças. Sua utilização, por tal motivo, costuma gerar quase sempre polêmicas. O que não é o caso aqui.

O demônio nestes episódios é uma representação do mal, alguém que representasse todas as imagens que temos dele em uma só. As discussões não vão do ‘quem é ele’, e sim do ‘o que este demônio está fazendo aqui’, não há debate religioso. O Doutor bem nos diz que existem relatos sobre ele “na Terra, em Draconia, em Vel Consadine, Daemos”, buscando mostrar que, apesar de tentar algo sério, ainda estamos no mundo imaginário criado pela série.

A origem do mal possivelmente não é esta, é praticamente uma certeza de que não é, mas ainda assim é uma boa versão.

Cena final do episódio The Satan Pit, de Doctor WhoAh, não contei o final do episódio antes, foi de propósito. Rose usa sua destreza para colocar Toby, possuído com a mente do Demônio, para fora da nave. O Doutor, após destruir a prisão, descobre que a Tardis também havia caído no local (certamente, se deuses existem, conspiram a seu favor!) e ele salva a todos. Ida Scott, então, pergunta-lhe quem afinal são. E o Lorde do Tempo diz: “the stuff of legend” (algo como ‘material de lendas’).

DOCTOR WHO
O PLANETA IMPOSSÍVEL / O POÇO DO DIABO
Nome original: Doctor Who - The impossible planet / The Satan pit (2x08 e 2x09)
Direção: James Strong
Roteiro: Matt Jones
Data de exibição: 3 e 10 de junho de 2006 (na Inglaterra)

2 comentários:

  1. Um dos melhores episódios da Era Moderna, sensacional! Um espetáculo que gera reflexão, suspense e diversão, um produto que merecia ser levado às telonas como um obra cinematográfica de grande porte, por sua estória à parte excepcional! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Danil, eu sou suspeito, escrevi o texto acima. Este episódio duplo é um dos meus favoritos da série atual. Como disse, é 'sensacional'. Acho muito legal os diálogos, embora tenha os deixado de fora, entre o Doutor e a Ida quando estão especulando sobre o que eles pensam a respeito de um deus! Genial! Obrigado pelo comentário!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...